Autor

Talk NMB

Browsing

Entenda sobre mapa genético e o futuro da indústria da saúde

Até 2001, com a primeira publicação de uma sequência de genoma humano, não sabíamos que uma pessoa tem mais de 3,4 bilhões de bases de DNA. De lá para cá, o mapeamento genético trouxe novas perspectivas para o futuro da saúde e, consequentemente, para os setores de química e farmácia. Confira, a seguir, como o mapa genético está transformando o futuro da indústria da saúde e como ele se relaciona com as maiores tendências do setor! Conceito de mapa genético Se antes a compreensão da estrutura genética do corpo humano restringia-se a ficções científicas como “Gattaca” (Andrew Niccol, 1997), hoje, ela se incorpora cada vez mais à rotina médica e promete ser parte do cotidiano de cuidados da maioria da população nos próximos anos. O mapa genético — ou sequenciamento genético — permite determinar a ordem de bases nitrogenadas que compõem a molécula de DNA. Inicialmente, o sequenciamento de DNA foi realizado para que cientistas…

Saiba a capacidade produtiva do seu negócio

Manter o ritmo de produção de uma empresa é fundamental para que o trabalho flua adequadamente e renda o esperado. Cada item produzido representa um maior rendimento financeiro e, consequentemente, capital para que a empresa cresça. Nesse contexto, para certificar-se de que todos os recursos estejam sendo bem aproveitados, é fundamental conhecer a capacidade produtiva do seu negócio. Se você deseja saber como medir a capacidade de produção da sua empresa, continue lendo este post e entenda o que é capacidade produtiva, como identificá-la para que seja o mais eficiente possível e, finalmente, como fazer o cálculo dessa capacidade. O que é capacidade produtiva? Capacidade produtiva é quanto uma empresa é capaz de produzir, em termos de produtos ou serviços, em um determinado período. Assim, ela nada mais é do que um indicador para representar a razão entre a velocidade com que a empresa opera e o saldo resultante da…

Conheça as regras de rotulagem de cosméticos no Brasil

Existem várias maneiras de colocar informações em uma embalagem de cosmético e o plástico, sem dúvidas, é a pior delas — totalmente antiecológico, já que demora 450 anos para se decompor (segundo a Unicef). De acordo com um relatório da WWF, o Brasil é o quarto maior produtor de lixo plástico mundialmente falando. Por isso, na questão de rotulagem de cosméticos, o plástico é uma péssima escolha. Além de alertar para a conscientização com relação ao uso de plásticos em invólucros de cosméticos, este post trata das regras para rotular cosméticos, as quais foram modificadas pela RDC 250/2018. Acompanhe! O movimento sem plástico Você sabia que, no Brasil, descartamos aproximadamente 11,3 milhões de toneladas, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, China e Índia? Obviamente, esse número se deve à grande extensão territorial de todos esses países. Outro dado alarmante do mesmo relatório: em 2018, foram coletadas mais de 10,3 milhões…

Tendências e inovações da química analitica foram destaques do 2º encontro do Talk SCIENCE

Especialistas internacionais trouxeram assuntos relevantes discutidos mundo afora sobre as inovações da química analitica trazidas para o Brasil. Além dos conteúdos compartilhados no blog, aconteceu pela primeira vez na 15ª Analitica Latin America, o encontro de especialistas para discutir as tendências e inovações da química analítica para as indústrias de diversos segmentos no país. Tanto no encontro físico do Talk SCIENCE, como também no 6º Congresso Analitica, juntos recebemos centenas de participantes dispostos a trocar conhecimento e networking nessa oportunidade única. A programação contou com assuntos que permeiam o universo de life & science como, tendências de mercado, regulações, nanotecnologia, biotecnologia e tecnologias inovadoras em ferramentas analíticas na saúde e engenharia. Tudo isso em modelo inédito e inovador dentro do principal evento da indústria química analitica, quebrando a barreira digital para levar a você conteúdos transformadores. Além dos três dias de conteúdo, realizamos uma intensa cobertura de outros assuntos que…

Ciência forense como aliada no controle de dopagem no esporte

Estratégias e métodos para controle de dopagem no esporte são amplamente discutidos entre acadêmicos e a indústria científica próximo às Olimpíadas 2020. A atividade de Controle de Dopagem no Esporte completou 50 anos, e a partir da criação da Agência Mundial Antidopagem, em 1999, a atividade adquiriu um ritmo de evolução acelerado. Hoje, a ciência antidopagem se tornou um campo multidisciplinar, onde a toxicologia forense avança a cada ano. Durante o 6º Congresso Analitica, realizado entre os dias 24 e 26 de setembro, o coordenador do Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem, Henrique Marcelo Gualberto apresentou o que é considerado o Estado da Arte na detecção antidopagem, as principais estratégias analíticas, assim como importância da evolução tecnológica da instrumentação. “Mais de 99% dos casos de doping são observados pela presença de substâncias proibidas, então temos um papel muito particular em relação a ciência forense, que também conhecemos como controle de…

Cresce aplicações da nanotecnologia na indústria global da Cannabis

Mesmo com regulamentação incerta, a nanotecnologia na indústria da Cannabis está colaborando com o tratamento de enfermidades que acometem cidadãos do mundo inteiro. Aos que acompanham os avanços da indústria farmacêutica, deve saber que a aplicação da nanotecnologia na indústria da Cannabis levará ao desenvolvimento de produtos e terapias avançadas, gerará dados clínicos significativos e, assim, acelerará a aceitação dos canabinóides como um tratamento viável para uma variedade de condições. O desenvolvimento de novas tecnologias e estudos usando a substância nem sempre é fácil, depende de diversos fatores regulatórios para chegar ao seu objetivo final. No Brasil, por exemplo, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), deve liberar o uso da Cannabis para tratamento de saúde no País, porém a decisão ainda segue em aprovação e levanta discussões. O executivo Sergey Mortin, CEO da Purileaf, apostou em seu profundo conhecimento na indústria farmacêutica para desmitificar a ideia do uso do…

Testes de medicamentos pediátricos: tudo o que você precisa saber

As pesquisas e testes de medicamentos pediátricos são assuntos de extrema importância e que têm gerado debates a respeito de como podem ser melhorados. Isso se deve ao fato de que, geralmente, eles são testados em adultos e, só então, é feita a extrapolação para as crianças. Neste artigo, explicamos diversas questões acerca desse assunto, mostrando como esses processos são realizados, o cenário atual no Brasil e em outros países e quais são as normas que regem a fabricação de medicamentos. Chamamos o Dr. João Massud Filho — consultor sênior na área de desenvolvimento de medicamentos e professor de pós-graduação em Medicina Farmacêutica — para nos ajudar a elucidar essas questões. Saiba mais! Pesquisas para medicamentos pediátricos no Brasil Quando uma nova droga surge, independentemente da origem, começa a ser testada em animais. Isso é necessário para avaliar questões importantes como: toxicidade; possibilidade de levar ao desenvolvimento do câncer; alterações nas células.…

Entenda como funcionam os investimentos do governo em química analítica

A química analítica é uma das áreas mais abrangentes do mercado. Seu desenvolvimento gera impactos na indústria de alimentos, na exploração de petróleo, no controle de efluentes, tratamentos ambientais, entre muitos outros. Seja na pesquisa de novos produtos, no controle de qualidade ou na melhoria dos processos de produção, a química analítica exerce um impacto direto em nosso dia a dia, trazendo, também, novas perspectivas para o setor farmacêutico. Quer entender os impactos dos investimentos do governo em química analítica para a indústria farmacêutica e como esses setores dialogaram ao longo do tempo? Acompanhe!  Como funcionam os investimentos do governo em química analítica? Todas as áreas da ciência se beneficiam do desenvolvimento da química analítica, e não seria diferente com o setor farmacêutico. Processos como controle de qualidade, desenvolvimento de produtos, gerenciamento de processo de produção, gestão ambiental e outros dependem do trabalho dos analistas químicos.  Afinal, sem a química…