Autor

Talk NMB

Browsing

Já conhece os alimentos nutracêuticos? A gente explica mais neste post!

A indústria da alimentação sofreu grandes transformações com as novas demandas dos consumidores. Pesquisas do Sebrae apontam que 28% dos brasileiros se importam em consumir alimentos nutricionalmente ricos; 22% da população opta por comprar alimentos naturais e sem conservantes. Contudo, por mais que as pessoas tentem manter uma alimentação saudável, nem sempre elas conseguem dar ao organismo o que ele precisa. Com o passar dos anos e por causa de algumas reações como o estresse, por exemplo, deixamos de produzir elementos indispensáveis para o nosso corpo. No Brasil, 15,2 milhões pessoas se declaram vegetarianas, o que aumenta a demanda por suplementos de proteínas e vitaminas, que podem se fazer necessários no início da dieta. Por causa desses e outros fatores, tantas pessoas optam por suplementar a sua dieta com o que chamamos de alimentos nutracêuticos. Quer saber mais sobre o assunto e se inteirar sobre uma das maiores tendências do mercado de alimentação? Confira o…

Entenda a discussão da pesquisa clínica em medicamentos pediátricos

Falta de testes envolvendo crianças levanta debate sobre segurança e eficácia dos medicamentos pediátricos. Crianças de todas as idades, até mesmo bebês, recém-nascidos e prematuros, estão sujeitos a doenças logo no início da vida. Para tratá-las, os médicos têm de recorrer a formulações desenvolvidas para os adultos e que foram testadas apenas entre pessoas dessa faixa etária, com características orgânicas e comportamentais completamente diferentes da infantil. De acordo com João Massud Filho, professor de pós-graduação de medicina farmacêutica, mais de 50% dos medicamentos usados na pediatria nunca foram testados em crianças, o que considera um problema grave. “Esse é um dado muito preocupante, porque criança não é um adulto pequeno. O mesmo peso pode ser de crianças de diferentes idades, portanto de diferentes composições corporais, diferentes metabolismos e, por consequência, diferentes reações”, explicou o professor durante o IV Simpósio FCE-ANF de Inovação Farmacêutica, realizado na FCE Pharma 2019. O tema…

Como a preocupação social nas indústrias pode nos guiar à mudança

Pobreza, desemprego e desigualdade são alguns dos maiores desafios que a nossa sociedade enfrenta hoje. Essas questões necessitam de soluções urgentes e as empresas, com todos os recursos aos quais têm acesso, podem contribuir para melhorar esses problemas. Uma das principais formas de garantir que esse compromisso seja cumprido é por meio dos programas de responsabilidade social corporativa. Você sabe o que esse termo significa? Como as indústrias podem colaborar com uma sociedade melhor? Continue acompanhando o nosso post e descubra que Life & Science também é preocupação social e bem-estar para todo mundo! Qual é a importância de investir em programas de responsabilidade social? O crescimento dos programas de responsabilidade social não são uma demanda apenas das empresas, mas das pessoas, que veem no consumo uma forma de optar por empresas que se alinham aos seus valores. Porém, as organizações não podem estruturar programas tendo em vista somente a própria imagem.…

Biocombustível: saiba quais são as promessas para o futuro

O biocombustível é uma alternativa viável na produção de combustíveis renováveis e em outros tipos de geração de energia. Nessa questão, o Brasil tem destaque mundial, principalmente na produção do etanol (derivado da cana-de-açúcar) e do biodiesel, produzido com óleos vegetais e adicionado ao diesel de petróleo. No país, em torno de 18% dos combustíveis e 45% da energia consumidos vêm de fontes renováveis. Estamos na frente em relação ao resto do mundo, em que 86% da energia é obtida com fontes não renováveis. Além da cana, outros tipos de biomassa que já são utilizadas ou pesquisados no Brasil como alternativas são: algodão, dendê, girassol, babaçu, soja, milho, palma e mamona. Por aqui, há a vantagem do clima e do regime de chuvas, que contribuem para a produção de energia renovável sem que isso afete as terras destinadas à agricultura. O panorama para o biocombustível é positivo, mas o que esperar para…

Entenda melhor como novos antibióticos agem sobre as superbactérias

Segundo estimativas do Governo britânico, 700 mil pessoas morrem ao ano por causa de infecções. Entre 2015 e 2020, é possível que o número de mortos devido a consequências de infecções causadas pelas chamadas “superbactérias” chegue a 2,4 milhões, como mostra uma estimativa da OCDE. Os dados foram divulgados pelo jornal Folha de S. Paulo. O mesmo portal divulgou também que, segundo uma estimativa americana, 20 a 50% dos tratamentos com antibióticos nos EUA são desnecessários ou incorretos. Mas você sabe o que são as “superbactérias”? Antes de partirmos para o nosso artigo, esclarecemos que, tecnicamente, o termo “superbactéria” não é correto. Na comunidade científica, essas bactérias são chamadas de multirresistentes. Para fins práticos e para melhorar a acessibilidade de nosso conteúdo, porém, adotamos o termo “superbactéria” em nosso artigo, entre aspas. Vamos descobrir como a indústria está lidando com esses micro-organismos resistentes e como eles surgem? Acompanhe! O que são as…

Revolução tecnológica mundial deve inflar economia e contribuir com a área cosmética na América Latina

Após enfrentar uma forte crise econômica, no período de 2014 a 2016, o Brasil voltou a crescer em 2017, resultando em oito semestres de crescimento constante do PIB, de acordo com o economista e CEO da Ricam Consultoria, Ricardo Amorim. Também de acordo com o especialista, fatores como a revolução tecnológica e a aprovação da reforma da previdência podem resolver os últimos desequilíbrios macroeconômicos. A reforma, aprovada no final de outubro, gerou otimismo no mercado. A bolsa de valores registrou alta logo após a divulgação da notícia, e o dólar teve a maior queda dos últimos dois meses. “Provavelmente o país vai crescer bem mais que nos últimos anos, vai acelerar ainda mais e isso gera grandes oportunidades, não só para o Brasil, mas para os países vizinhos, porque o Brasil crescendo gera impactos positivos nos vizinhos. A América do Sul inteira deve se beneficiar disso aqui”, explica . Quer…

Projeto de rastreabilidade de medicamentos exige preparação das indústrias na fase de implementação

De acordo com a Anvisa, a Lei 11.903 criou o Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM) com o objetivo de acompanhar os medicamentos em toda a cadeia produtiva, desde a fabricação até o consumo pela população. A rastreabilidade realizada pelo SNCM trará benefícios significativos, que vão desde uma maior segurança de pacientes e de profissionais em relação aos medicamentos utilizados, até um maior controle de produção e de logística, além de facilidades de fluxos e manutenção de padrões regulatórios de conformidade. O projeto de rastreabilidade de medicamentos ainda está em fase piloto, porém para se adequar a esse novo processo é importante analisar os processos da empresa e ver os desafios que realmente existem em cada departamento, fazendo assim com que a implementação seja mais fácil. Também é de grande importância que a empresa estude sobre os novos processos previamente, evitando a perda de produtividade no momento que inserir…

Importância da logística estratégica na indústria farmacêutica

Muito se fala sobre logística nas indústrias, porém, pouco se discute sobre sua importância estratégica na redução de custos, gestão de estoque e até transporte adequado da carga para maior performance do produto. Este processo envolve desde a produção até o manejo para o destino final. Muito mais do que transportar de um local ao outro, na indústria farmacêutica, esse segmento se faz ainda mais importante. Porém, apesar de sua relevância, os investimentos em tecnologias e soluções em logística estratégica ainda estão abaixo do ideal. Com o avanço do e-commerce, principalmente, a logística ganhou muito mais força no Brasil. Em 2017, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, este mercado registrou um aumento 12% e faturou R$59,9 bilhões. E em 2018 o número chega a 15%, com renda por volta de R$69 bilhões, o que significa a gestão de mais de 220 milhões de pedidos. Mas como isso afeta o…