Categoria

Life & Science

Categoria

Cosméticos veganos: entenda como funciona os critérios de certificação

Neste artigo vamos falar sobre como funciona os critérios de certificação dos cosméticos veganos, mas antes entenda o que são produtos veganos e cruelty-free. No primeiro caso, o cosmético não utiliza nenhum ativo de origem animal, como mel, cera de abelha, colágeno, entre outros. No segundo caso, o produto não foi testado em animais. Além disso, ser cruelty-free não pode ser de origem animal, pois estes ingredientes, de alguma forma, cometem crueldade ao animal. Por isso, estas nomenclaturas são apenas alternativas de selos e o rigor irá depender da certificadora. Basicamente, ambos devem respeitar e proteger os animais, seja no teste ou na obtenção. Convém mencionar que, embora isso seja verdadeiro, algumas associações, como a Vegan Awareness Foundation e a PETA, colocam selo de “vegano” apenas nos produtos que também sejam cruelty-free. Esses selos contêm a letra “V”, o desenho de um coelho, ou a inscrição “cruelty-free” na embalagem. Também vale a pena mencionar…

Confira as 5 tendências da indústria farmacêutica para 2020

Com a chegada do novo ano, chegou também uma nova década. Esse é um momento de fazer uma análise retrospectiva tanto do próprio negócio quanto do mercado a fim de identificar pontos de melhoria e carências para desenvolver maneiras de supri-las. Neste post, vamos apresentar quais são as tendências da indústria farmacêutica para 2020. Para isso, mostraremos alguns dados importantes sobre o setor em 2019 a fim de que sirvam como base para as tomadas de decisão. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto! Veja um panorama da indústria farmacêutica em 2019 No último ano, o mercado farmacêutico brasileiro vendeu em medicamentos R$ 215,6 bilhões — segundo o Estudo de Mercado Institucional da IQVIA, empresa global associada ao mercado de saúde. Ainda que o estudo tenha mostrado crescimento do varejo farmacêutico abaixo do esperado, este ainda esteve acima da inflação. E quando o setor varejista cresce, impulsiona o setor industrial.…

Veja como a química analítica contribui para o desenvolvimento da ciência forense

Áreas estão completamente interligadas e o avanço de uma acaba influenciando no avanço da outra. A ciência forense pode ser definida como um conjunto de estudos que envolve uma investigação, seja ela qual for, por exemplo, testes de DNA, criminalísticos, autenticidade, perícias, entre outros. Por isso, a ciência forense e a química analítica andam de mãos dadas. A química analítica pode ser definida, de maneira resumida, como o conjunto de métodos voltados para o esclarecimento da composição da matéria por meio de técnicas de identificação e quantificação. Nesse contexto, pode-se dizer que, é ferramenta essencial para o desenvolvimento da ciência forense. Apesar da ciência forense ser considerada uma área independente do conhecimento, os métodos químicos de análise são indispensáveis para auxiliar na avaliação de uma série de vestígios, como por exemplo, os crimes relacionados à Lei de Drogas. “Nesse caso, é necessário não só identificar como caracterizar, confirmar e quantificar…

Green Cosmetics: Fique por dentro das soluções inovadoras que as empresas estão investindo

Confira quais são as principais soluções Green Cosmetics oferecidas no mercado para atender a demanda crescente por transparência na indústria.  Há algum tempo, a “onda verde” tomou conta do mundo e palavras como sustentabilidade passaram a integrar o vocabulário recorrente de vários mercados. E o segmento de beleza não fugiu à regra, sendo cada vez mais comum encontrar produtos autodenominados como Green Cosmetics. Os cosméticos verdes têm conquistado cada vez mais o mercado brasileiro e mundial, bem como um público cada vez mais exigente. E não é só sobre sustentabilidade o motivo pelo qual os Green Cosmetics chegaram para ficar. Também envolve a procura por cosméticos feitos com matéria-prima natural, livre de agrotóxicos, e que de alguma forma podem beneficiar no cuidado de quem tem potencial alergênico. Outras opções são os produtos produzidos dentro dos princípios da ética social e animal, onde muitas indústrias deixaram de fazer testes em animais.…

Como está a situação da cannabis medicinal no Brasil?

Após intensas discussões sobre o tema, regularização da maconha para fins medicinais finalmente sai do papel.   A discussão sobre o uso de produtos a base de Cannabis já é pauta antiga e está no radar da Anvisa, órgão regulador, desde 2014. Dessa data em diante, a maconha entrou na lista de plantas e substâncias de controle especial do Ministério da Saúde, possibilitando o registro de medicamentos com derivados da planta. Foi isso que ocorreu, em 2017, com o Mevatyl. De acordo com a Anvisa, desde 2015, existe um grupo de estudos dedicado a discutir o cultivo de maconha para fins medicinais e, finalmente, depois de muitas discussões, no último dia 3 de dezembro, a Anvisa aprovou o uso de produtos à base de Cannabis para fins medicinais no Brasil.  Segundo a agência, no decorrer desse tempo, foram quase três mil pedidos de autorização excepcional para importação de remédios à…

Beleza emocional: Como mensurar as emoções para formulação de cosméticos

Veja como utilizar tecnologias que permitem mensurar as emoções em cosméticos na composição de perfumes personalizados. A tecnologia cosmética permite diversas funcionalidades curiosas, entre elas, mensurar as emoções em cosméticos na composição de perfumes personalizados. Mas definir a emoção corretamente não é uma tarefa simples. Segundo o expert em neurociências, Patrice Bellon, o especialista precisa compreender a fundo o que significa bem-estar. “Sabemos muito bem que o bem-estar também é subjetivo, muito difícil de mensurar, e por isso estamos usando diferentes parâmetros do nosso corpo”, explica. Para entender melhor, imagine que é o nosso corpo que define a expressão facial, a voz, os batimentos cardíacos, entre outros sinais. E cada parâmetro pode ser mensurado para compreendermos a emoção certa durante a aplicação de um creme, por exemplo, ou ao apreciarmos um bom perfume. Essa tecnologia está crescendo cada vez mais, e em diferentes empresas no mundo todo. Na rotina do…

Toxinas: como a indústria pode se favorecer? Casos de química analítica e alimentos funcionais!

DTA é uma sigla para as Doenças Transmitidas por Alimentos. Elas são causadas pela ingestão de alimentos ou de água contaminados por micro-organismos patogênicos, substâncias químicas e também por toxinas, que fazem parte dessa classificação. Segundo o órgão de saúde americano CDC, há mais de 250 tipos de DTA. No Brasil, segundo a Anvisa, o perfil epidemiológico das DTAs não é bem conhecido pela deficiência dos órgãos de vigilância e falta do hábito de ir ao médico ao contrair uma dessas doenças. Mesmo que as toxinas dos micro-organismos causem DTAs, já existem métodos que favorecem as indústrias alimentícias a fim de eliminar esse perigo para a saúde. Quer entender mais sobre o assunto? Continue a leitura! De onde vêm as toxinas? Bactérias e fungos são os principais micro-organismos responsáveis por produzir toxinas e contaminar os alimentos. O problema é muito grande, principalmente porque as toxinas não costumam deixar vestígios como cheiro, cor e sabor,…

Cosméticos sociais: conheça essa iniciativa!

A sociedade valoriza, cada vez mais, as companhias que se dispõem e agem pela transformação socioambiental. As empresas mais atentas veem nesse contexto uma oportunidade de gerar negócios aliados, promovendo mudanças culturais e educacionais. Em um artigo publicado por Mark Kramer e Michel Porter na Harvard Business Review, os autores defendem as ações de responsabilidade social como uma forma superior de capitalismo, pois permitem que a sociedade avance rapidamente e as empresas cresçam mais. O resultado, segundo eles, é um ciclo positivo de prosperidade social e empresarial que torna o lucro sustentável, com criação de valor compartilhado. Felizmente, no mercado da beleza, encontramos uma série de cases positivos de cosméticos sociais que contribuem com a comunidade em diversos requisitos. Vamos conhecê-los? A necessidade de novos modelos de desenvolvimento Estamos na era da transparência e da informação. Em questão de segundos e com apenas alguns toques em um smartphone, as pessoas podem checar…