Categoria

Tecnologia

Categoria

Biocombustível: saiba quais são as promessas para o futuro

O biocombustível é uma alternativa viável na produção de combustíveis renováveis e em outros tipos de geração de energia. Nessa questão, o Brasil tem destaque mundial, principalmente na produção do etanol (derivado da cana-de-açúcar) e do biodiesel, produzido com óleos vegetais e adicionado ao diesel de petróleo. No país, em torno de 18% dos combustíveis e 45% da energia consumidos vêm de fontes renováveis. Estamos na frente em relação ao resto do mundo, em que 86% da energia é obtida com fontes não renováveis. Além da cana, outros tipos de biomassa que já são utilizadas ou pesquisados no Brasil como alternativas são: algodão, dendê, girassol, babaçu, soja, milho, palma e mamona. Por aqui, há a vantagem do clima e do regime de chuvas, que contribuem para a produção de energia renovável sem que isso afete as terras destinadas à agricultura. O panorama para o biocombustível é positivo, mas o que esperar para…

Projeto de rastreabilidade de medicamentos exige preparação das indústrias na fase de implementação

De acordo com a Anvisa, a Lei 11.903 criou o Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM) com o objetivo de acompanhar os medicamentos em toda a cadeia produtiva, desde a fabricação até o consumo pela população. A rastreabilidade realizada pelo SNCM trará benefícios significativos, que vão desde uma maior segurança de pacientes e de profissionais em relação aos medicamentos utilizados, até um maior controle de produção e de logística, além de facilidades de fluxos e manutenção de padrões regulatórios de conformidade. O projeto de rastreabilidade de medicamentos ainda está em fase piloto, porém para se adequar a esse novo processo é importante analisar os processos da empresa e ver os desafios que realmente existem em cada departamento, fazendo assim com que a implementação seja mais fácil. Também é de grande importância que a empresa estude sobre os novos processos previamente, evitando a perda de produtividade no momento que inserir…

Importância da logística estratégica na indústria farmacêutica

Muito se fala sobre logística nas indústrias, porém, pouco se discute sobre sua importância estratégica na redução de custos, gestão de estoque e até transporte adequado da carga para maior performance do produto. Este processo envolve desde a produção até o manejo para o destino final. Muito mais do que transportar de um local ao outro, na indústria farmacêutica, esse segmento se faz ainda mais importante. Porém, apesar de sua relevância, os investimentos em tecnologias e soluções em logística estratégica ainda estão abaixo do ideal. Com o avanço do e-commerce, principalmente, a logística ganhou muito mais força no Brasil. Em 2017, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, este mercado registrou um aumento 12% e faturou R$59,9 bilhões. E em 2018 o número chega a 15%, com renda por volta de R$69 bilhões, o que significa a gestão de mais de 220 milhões de pedidos. Mas como isso afeta o…

Bioativo extraído da cartilagem suína pode auxiliar na prevenção da osteoartrite

Apresentado ao mercado no ano passado, o Peptan®IIm, criado pela Rousselot, é um bioativo multifuncional para a saúde das articulações. O produto é uma matriz com colágeno hidrolisado tipo 2 obtido da cartilagem suína, que naturalmente possui sulfato de condroitina e ácido hialurônico. O bioativo passou por uma série de pesquisas nos Estados Unidos, em que testes foram feitos com ratos que possuíam a osteoartrite. A doença crônica é muito comum nos seres humanos e está associada a lesões na cartilagem e tecidos circundantes, caracterizando-se por dor, rigidez e perda de função. Após os estudos, os resultados mostraram uma preservação da área da cartilagem na osteoartrite, um aumento na produção dos condrócitos ativos – células presentes no tecido cartilaginoso – e uma redução da inflamação da membrana sinovial, tudo isso com uma dose que equivale a 1grama por dia para seres humanos. Também foram estudados a combinação de osteoartrite com…

Tendências e inovações da química analitica foram destaques do 2º encontro do Talk SCIENCE

Especialistas internacionais trouxeram assuntos relevantes discutidos mundo afora sobre as inovações da química analitica trazidas para o Brasil. Além dos conteúdos compartilhados no blog, aconteceu pela primeira vez na 15ª Analitica Latin America, o encontro de especialistas para discutir as tendências e inovações da química analítica para as indústrias de diversos segmentos no país. Tanto no encontro físico do Talk SCIENCE, como também no 6º Congresso Analitica, juntos recebemos centenas de participantes dispostos a trocar conhecimento e networking nessa oportunidade única. A programação contou com assuntos que permeiam o universo de life & science como, tendências de mercado, regulações, nanotecnologia, biotecnologia e tecnologias inovadoras em ferramentas analíticas na saúde e engenharia. Tudo isso em modelo inédito e inovador dentro do principal evento da indústria química analitica, quebrando a barreira digital para levar a você conteúdos transformadores. Além dos três dias de conteúdo, realizamos uma intensa cobertura de outros assuntos que…

Conheças as inovações que a nanotecnologia em alimentos

A nanotecnologia está produzindo um impacto nunca antes presenciado em alimentos, ao influenciar desde a forma como são cultivados até o processo de embalagem. Em um cenário no qual a preocupação com a segurança e a qualidade dos alimentos oferecidos ao consumidor ganha cada vez mais força, é de se imaginar que a revolução tecnológica que vivenciamos atualmente também seja devidamente explorada pela indústria de alimentos. Nesse contexto, não podemos deixar de falar da nanotecnologia, uma tecnologia inovadora que pode ser aplicada em qualquer etapa de cadeia produtiva, proporcionando muitos benefícios à indústria de alimentos. Quem explica isso e mais entende do assunto é o Dr. Eduardo Caritá, também conhecido como Dr. Nano. O especialista em nanotecnologia e diretor da Funcional Mikron está apostando nessa novidade em constante desenvolvimento no país para melhorar a funcionalidade, ou até durabilidade, de diversos tipos de alimentos ofertados pela natureza. No Brasil, a Funcional…

Por que a logística de medicamentos custa tão caro no Brasil?

Veja quais são as etapas e como funciona esse importante segmento da cadeia farmacêutica. A logística de medicamentos é um dos mais importantes processos da indústria, desde a separação do produto até o seu destino final. A maioria das vezes em que debatemos sobre a logística de medicamentos, estamos falando de cadeia fria, temperatura controlada e um alto nível de exigência de qualidade dos laboratórios farmacêuticos. No Brasil, os custos com logística podem ser até 30% mais caros se comparados com países desenvolvidos, como os Estados Unidos. Isto faz com que o medicamento seja encarecido. Em geral, após a fabricação, o produto é alocado em depósitos, centros de distribuição ou na própria indústria. O processo de logística inicia quando um cliente, que pode ser uma farmácia, um instituto de pesquisa, uma clínica ou hospital, faz a solicitação à empresa escolhida. Processo inicial Após o primeiro contato, em que é feito…

Supply Chain: como ela pode definir o destino de sua empresa?

Cadeia de suprimentos, ou Supply Chain, refere-se a todos os processos dentro da indústria até a mercadoria chegar ao cliente. Nesse sentido, uma cadeia eficiente envolve atender às demandas de mercado da melhor forma possível e com todos os aspectos de cada produto adquirido. É preciso garantir a produção e a entrega inclusive em períodos sazonais, em que a disponibilidade da mercadoria pode ser comprometida. Neste post, vamos abordar como o Supply Chain pode definir o destino da sua empresa. Acompanhe! O que é Supply Chain? Supply Chain é o conjunto de conceitos, métodos e formas de direcionar as operações de uma cadeia de produção, da fabricação até o consumidor final. Logo, as atividades da cadeia de suprimentos partem, necessariamente, da indústria de manufatura e transformação. É certo que diversos outros fatores da cadeia produtiva também são responsáveis por uma participação ativa, em especial com relação aos distribuidores, mas é na atividade industrial que estão concentradas…