Todo negócio está sujeito a riscos, devido não só a fatores internos da organização, mas também a aspectos externos. Contudo, era impensável uma crise que prejudicaria diversos setores da economia, como a pandemia da Covid-19. Apesar de toda a apreensão dos empresários, é fundamental buscar meios de como sobreviver em meio à crise.

Independentemente do porte ou segmento da empresa, o novo coronavírus trouxe um novo cenário: as pessoas tiveram que ficar em casa para evitar o contágio, reduzindo o consumo e acarretando em paralisação ou redução de atividades em vários setores.

Se você busca respostas de como agir nesse período, vai gostar de conferir as 7 dicas práticas que trazemos neste post. Continue a leitura e descubra como lidar da melhor forma com esse desafio.

  1. Tome medidas rápidas e ágeis

Apesar de ter pego muitas empresas e profissionais de surpresa, não dá para esperar os impactos da pandemia para pensar em como agir. No Brasil, o primeiro caso registrado em São Paulo ocorreu no final de fevereiro e, no mês de maio, muitas atividades continuavam paralisadas visto que registramos mais de mil mortes pela doença por dia. O que queremos dizer é que não é recomendado esperar tudo “voltar à normalidade” para adotar medidas.

Dessa forma, o ideal é ter um plano de ação: analise todas as receitas e despesas no negócio, o desempenho de cada produto ou serviço e direcione os esforços para os projetos que ainda têm alguma demanda, mesmo na crise. Não é hora, por exemplo, de lançar um novo produto para saber como será sua aceitação no mercado.

Portanto, empregue os recursos em atividades que possam trazer um resultado rápido para manter seu negócio funcionando.

  1. Proponha questões inovadoras

Para saber como sobreviver em meio à crise é necessário ter em mente que esse pode ser o momento para inovar. É importante analisar o negócio de forma sistêmica a fim de pensar em oportunidades que possam aproximar a empresa dos consumidores — como apostar em plataformas digitais ou no delivery — ou que resultem no corte de despesas sem afetar a produtividade.

Nesse segundo ponto, uma saída pode ser observar como está sendo o trabalho em home office para perceber se ele pode ser adotado por alguns colaboradores, como os das áreas administrativa e de TI, de modo permanente. Será que é preciso um escritório grande para sua empresa funcionar? Será que não dá para reduzir essa infraestrutura e diminuir as despesas?

Com a pandemia, é possível direcionar o olhar para novas questões e adotar soluções inovadoras para manter a rotina de trabalho e o ritmo de vendas. Um dos pontos pode ser adotar a automatização de processos, evitando a concentração de colaboradores em determinada etapa da produção. O negócio ganha agilidade e se mantém mesmo com todas as restrições impostas pela pandemia.

  1. Fortaleça os canais digitais da empresa

Com o isolamento social, as pessoas não estão saindo às ruas ou frequentando os shoppings centers para comprar, o que tem um reflexo no e-commerce. Para se ter uma ideia, as vendas digitais tiveram um aumento de 81% em abril de 2020 em comparação com o mesmo período do ano passado, totalizando um faturamento de R$ 9,4 bilhões.

Esse dado mostra como é possível as empresas se fortalecerem com os canais digitais, seja com as vendas, seja em um relacionamento mais próximo com o consumidor, mantendo o contato mesmo que remotamente.

Então é hora de investir no site, blog e, principalmente, nas redes sociais. Desse modo, dá para interagir com os seguidores e até mostrar a preocupação da organização com a saúde e segurança dos clientes e também dos colaboradores.

  1. Corte despesas

Quando as contas de uma empresa estão em dia, fica difícil notar algumas despesas, principalmente as menores. Por isso, uma das medidas de como sobreviver em meio à crise é observar todos os gastos para analisar o que pode ser cortado de maneira provisória ou definitiva.

Verifique contas em plataformas ou serviços que não estão sendo utilizadas nesse momento e considere ainda negociar ou trocar de fornecedor para obter insumos com valores mais atrativos.

Saiba ainda que a pandemia do novo coronavírus é considerada um evento de força maior, o que possibilita renegociar alguns contratos. O Código Civil determina que o devedor não responderá pelo prejuízo advindo de uma situação imprevisível como essa crise da Covid-19.

  1. Seja transparente com a equipe

Os profissionais estão preocupados e estressados devido a todas as mudanças na forma de trabalhar e até mesmo por conta do risco de desemprego. Nesse sentido, é recomendado que os gestores sejam transparentes com a equipe e saibam como liderar o seu time.

Tire as dúvidas de todos e exponha todas as medidas que estão sendo tomadas e o que esperar de acordo com os cenários que possam surgir a curto, médio e longo prazo. Apresente os resultados da empresa e reforce qual deve ser o compromisso de cada profissional nesse momento.

Com isso, os colaboradores estabelecem uma relação de confiança com a empresa, sentem-se mais motivados e podem até mesmo pensar em soluções para o negócio sobreviver em meio à crise.

  1. Planeje um fluxo de caixa

O novo coronavírus trouxe uma nova realidade, dessa forma, é necessário planejar o fluxo de caixa para os próximos meses, mesmo diante das incertezas. Nessa situação, procure aumentar seu crédito, renegociar contratos e transações com fornecedores, além de direcionar parte das receitas que ainda estão surgindo para um fundo emergencial.

  1. Mantenha-se informado

Por fim, é imprescindível se manter informado, especialmente sobre os apoios do governo às empresas nessa crise, com medidas fiscais e trabalhistas que podem dar um fôlego para os negócios. Nesse ponto, para tomar a decisão mais acertada, converse com contadores para que a adesão a essas questões traga benefícios para o seu negócio.

Nenhum setor da economia estava preparado para tantas mudanças provocadas pelo novo coronavírus. No entanto, com as dicas que apresentamos, é possível descobrir saídas de como sobreviver em meio à crise, mesmo que essa fase signifique adaptações na rotina de sua equipe e no relacionamento com seus clientes. Assim, é possível sair mais fortalecido no período pós-pandemia.

Quer conhecer mais a fundo como é o apoio do governo para as empresas na área trabalhista? Entenda melhor as medidas e como elas podem ajudar seu negócio nessa pandemiaLet’s talk!

Talk NMB
Content Team

Escreva um comentário