Você sabe como trabalhar a inclusão social? Listamos algumas estratégias que podem fazer toda a diferença e deixar a equipe motivada e mais produtiva.

Um ambiente de trabalho rico e dinâmico tem algo precioso: inclusão social. Hoje, muito se fala em exercitar e aplicar a pluralidade de pessoas que trabalham nas organizações, mas ainda há uma certa dificuldade em saber como chegar até esse objetivo. Para começar, a primeira coisa a se ter em mente é: aposte na diversidade de pessoas e estilos para a sua empresa.

Isso quer dizer, por exemplo, que profissionais de vários tipos de experiência, ou até mesmo trajetórias diferentes, têm tudo para agregar ao ambiente corporativo criatividade, interação, harmonia e pontos de vista que vêm dos mais diversos ângulos. Ou seja, o estímulo para manter a equipe motivada não só é interessante, como, cada vez mais, se mostra necessária para os negócios porque aumenta – e muito – a produtividade.

Veja as dicas abaixo:

Potencialize o trabalho garantindo igualdade

Você já notou que, muitas vezes, algumas áreas ficam sobrecarregadas, enquanto outras têm até horas livres durante o expediente? Pois é. Esse tipo de coisa geralmente desequilibra os processos da sua empresa e, pior, gera uma enorme desigualdade entre competências, habilidades e resultados, que tendem a ser menores do que o esperado.

Para evitar esses problemas e, ao mesmo tempo, potencializar uma estratégia de inclusão social, o ideal é que você pense em equipes que sejam plurais, se complementem e, durante todo o desenvolvimento do trabalho, tenham o foco em garantir a igualdade entre os colaboradores. Você verá que tudo isso junto trará um bom resultado para os negócios.

Quando se garante a igualdade entre setores em relação a tarefas a fazer e oportunidades para profissionais que têm experiências semelhantes, a capacidade de desenvolver ótimas soluções é algo que vai acontecendo de maneira tranquila e natural — sem contar que isso serve como um excelente estímulo ao trabalho em equipe.

Incentive a comunicação interna

Quando falamos em comunicação interna, muitos gestores pensam logo em organização de informações para todos os profissionais da empresa. Isso não está errado, mas ela é muito mais que isso. Só para se ter uma ideia, quando bem estruturada e planejada, ela tem um impacto muito positivo entre colaboradores, times e por aí vai.

Então, para colocar essa estratégia em prática, o primeiro passo a dar é criar ações que favoreçam a dinâmica entre todos os grupos da organização. Que tal deixar um dia na semana para reunir algumas áreas, e cada uma delas compartilhar boas práticas e os seus resultados para o restante? Ou estimular que os profissionais tragam ideias para toda a empresa?

É bom, também, pensar em montar grupos com alguns líderes dos segmentos internos, mas que não sejam só de gestores. Lembre-se de que um líder não precisa ser somente a chefia, mas qualquer profissional que tome uma posição à frente ou que seja reconhecido pela proximidade com seus colegas, entre outros. Vale muito a pena!

Tenha plano de carreira que contemple todos os perfis

Nem precisamos reforçar que uma empresa sem plano de carreira corre riscos de perder seus melhores talentos, certo? Pois bem, com isso já enraizado nas diretrizes da organização, você pode começar a esboçar um plano de carreira que realmente abrace toda a diversidade presente, tendo realmente um cunho de inclusão social completo.

Isso quer dizer, por exemplo, que você terá que pensar em um crescimento que respeite todas as limitações e potenciais que os profissionais têm. Só que tudo isso também precisa estar alinhado com os objetivos da empresa, para que os colaboradores caminhem juntos, sabendo que há etapas a serem cumpridas e que haverá bons retornos com os resultados.

Outra dica que pode ser bem interessante é, de tempos em tempos, chamar os profissionais para um feedback, com o intuito de entender melhor como tem sido a trajetória desses colaboradores dentro da empresa. Esse momento também é a hora ideal para checar com está o plano de carreira dessa pessoa, se está sendo seguido, se já passou alguma etapa etc.

O mais importante é não deixar que esse projeto caia no esquecimento ou que o profissional nem conte com ele, por acreditar que a empresa está “apenas dizendo”. Se você vai criar uma estratégia que englobe a inclusão social, é preciso, sim, deixar claro e mostrar o que tem sido feito com esse propósito.

Ofereça treinamentos e capacitações sempre que possível

A inclusão social é, acima de tudo, uma prática que visa ofertar as mesmas oportunidades para todas as pessoas. Para que isso aconteça, é essencial que todos os profissionais estejam vivenciando quase que as mesmas coisas ou que, no mínimo, estejam alinhados em habilidades e competências.

Uma ótima forma de isso acontecer é com a ajuda de treinamentos e capacitações. Por exemplo: se quer ter um time com profissionais que tenham habilidades diferentes, um bom treinamento é capaz de dar uma visão mais estratégica a cada um deles. Já a capacitação pode melhorar bastante as competências que os colaboradores já têm no dia a dia.

Assim, a cada 3 meses, mais ou menos, é possível pensar em um novo ciclo de aperfeiçoamentos, na criação e desenvolvimento de projetos ou, até mesmo, na inclusão de novos colaboradores em grupos já existentes. O fundamental, aqui, é que você nunca deixe de contar com uma equipe afiada e preparada para todo tipo de desafio.

Não se esqueça de que a inclusão social requer dar oportunidades iguais, desde que as pessoas estejam em equilíbrio com o que for demandado. A estratégia tende a ganhar força, pois os colaboradores estarão entusiasmados e se sentindo bem confiantes em poder exercer as funções que estão sendo passadas a eles — tem coisa melhor do que isso?

Agora, com essas 4 estratégias para colocar em prática a inclusão social na sua empresa, que tal começar a se organizar, traçar metas para isso e iniciar essa caminhada, que tem tudo para ser um momento inesquecível para o desenvolvimento do seu negócio?

Gostou? Aproveite para continuar a leitura e veja como transformar líderes de sucesso!

Escreva um comentário