Confira quais são as principais soluções Green Cosmetics oferecidas no mercado para atender a demanda crescente por transparência na indústria.

 Há algum tempo, a “onda verde” tomou conta do mundo e palavras como sustentabilidade passaram a integrar o vocabulário recorrente de vários mercados. E o segmento de beleza não fugiu à regra, sendo cada vez mais comum encontrar produtos autodenominados como Green Cosmetics. Os cosméticos verdes têm conquistado cada vez mais o mercado brasileiro e mundial, bem como um público cada vez mais exigente.

E não é só sobre sustentabilidade o motivo pelo qual os Green Cosmetics chegaram para ficar. Também envolve a procura por cosméticos feitos com matéria-prima natural, livre de agrotóxicos, e que de alguma forma podem beneficiar no cuidado de quem tem potencial alergênico. Outras opções são os produtos produzidos dentro dos princípios da ética social e animal, onde muitas indústrias deixaram de fazer testes em animais.

Os consumidores prezam mais pelos seus cuidados pessoais, procuram por diversidade nos cosméticos e se permitem gastar por um produto mais transparente. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), as 25 maiores varejistas do setor movimentaram R$ 4,7 bilhões entre janeiro e março de 2019.

Mas, o mais importante é que, todos devem ter os efeitos iguais ou até melhores aos convencionais. É por isso que muitas indústrias cosméticas estão na corrida pela fórmula de cosméticos verdes que atendam consumidores engajados e atentos aos ingredientes do produto que leva para casa.

Atentas a esse mercado, algumas empresas já trabalham com a oferta de soluções sustentáveis para a indústria cosmética. Começando por este assunto, na coluna mensal da ‘Conversa de Mercado’ do Talk SCIENCE, nós vamos trazer os mais recentes investimentos e movimentações do setor, aumentando o conhecimento sobre a indústria, especulações de mercado e ações das principais companhias.

A Brenntag, por exemplo, empresa alemã de distribuição de produtos químicos, está trabalhando no desenvolvimento de produtos verdes. Veja entrevista com Milena Porfirio, responsável pela Inteligência de Marketing da empresa.

 A Brenntag possui produtos sustentáveis? Quais são eles? Eles possuem certificação?

Sim, atualmente estamos em desenvolvimento dos produtos da linha da Citróleo, fabricante de óleos e manteigas da biodiversidade brasileira.

Possuímos óleos e manteigas vegetais, ativos funcionais e surfactantes; contando com produtos inovadores 100% naturais obtidos de fontes sustentáveis, fabricados com alto padrão de qualidade, garantindo assim baixo índice de acidez sem passar por processo de refino e mantendo todas as propriedades e benefícios para o produto final, com eficácia comprovada. Em relação a certificação temos produtos certificados com IBD, ECOCERT, ORGÂNICO BRASIL, USDA ORGANIC.

Por que a Brenntag decidiu investir nesse nicho?

Temos como premissa atuar de maneira limpa e inovarmos em produtos que agregam em nossas cadeias de valores para crescimento sustentável dos negócios, somando nas demandas e solicitações de nossos clientes, onde percebemos a mudança comportamental em relação ao hábito de consumo, na qual exige inovação na indústria cosmética com foco principal em sustentabilidade.

Vocês acreditam que será esse o futuro do mercado de cosmético?

Sim, o mercado de produtos sustentáveis tem ganhado espaço, a consciência ambiental e a preocupação com a saúde está cada vez mais presente no dia a dia do consumidor, onde isso impulsiona cada vez mais o crescimento do nosso segmento. O futuro será com foco nas inovações que atendam a demanda de mercado e agregam valores sustentáveis e limpos.

A Garden Química, fabricante e distribuidora de produtos químicos e serviços, também está de olho nessa tendência cosmética. Berenice Freire, diretora comercial da empresa, junto com o time de P&D, comentaram sobre as suas soluções.

Quais soluções sustentáveis para a indústria cosmética a empresa possui?

A Garden Química possui um portfólio composto por matérias primas de origem vegetal e não são testadas em animais. Além disso, a água utilizada na produção das nossas MP´s vem de fonte natural e o residual é passado por um tratamento e reaproveitado.

Qual a sua importância para o desenvolvimento da empresa? Como é feito o investimento?

O nosso sistema elétrico utiliza-se energia fotovoltaica de baixa tensão. Frequentemente a Garden Química investe em treinamentos aos colaboradores sobre as boas práticas de manipulação, em especial no descarte do lixo, separando-o entre Recicláveis, Orgânicos e Não Recicláveis.

Como a empresa vem trabalhando essas soluções para acompanhar as tendências do mercado?

A questão sustentável é um espirito que vem desde o primeiro dia de um novo colaborador, onde ele(a) recebe uma semente para ser plantada e a árvore levará o nome do novo colaborador.

Já no setor de embalagens, na Vepakum, empresa que atua no mercado de embalagens plásticas sopradas e injetadas para o segmento cosmético e farmacêutico, seus processos industrias foram transformados com a onda verde. Confira entrevista com Ricardo Dornelas, executivo e sócio proprietário da Vepakum, junto com o time de P&D da empresa.

Quais são as principais inovações em sustentabilidade que a Vepakum oferece?

A Vepakum tem homologada duas matérias-primas como solução sustentável de suas embalagens. Trata-se do Plástico Verde I´m Green™ e do aditivo Oxibiodegradável.

 Quais são os benefícios dessa solução sustentável para embalagens?

O plástico verde tem como um dos seus principais benefícios reduzir a emissão dos gases causadores do efeito estufa. Isso acontece porque durante o processo de crescimento da cana de açúcar, ocorre absorção de gás carbônico, ao contrário do que acontece com a matéria-prima de origem fóssil, que libera o gás durante sua produção. Outra vantagem é que o plástico é 100% reciclável e pode fazer uso das cadeias de reciclagem convencionais.

Já o aditivo oxibiodegradável tem como grande diferencial a degradação mais rápida do que o plástico convencional. Temos a certificação para trabalhar com este material desde 2010.

 Quais são os próximos passos do investimento em inovações sustentáveis para embalagens?

Ter iniciado estes investimentos nos mostrou que os consumidores realmente estão preocupados em participar da mudança de comportamento e investir neste tipo de solução.

Queremos, no próximo ano, expandir ainda mais a linha de fabricação Vepakum com estas soluções, tanto para o mercado cosmético quanto farmacêutico.

Que saber mais sobre esse universo de cosmético sustentáveis com apenas um clique? Assine nossa newsletter e tenha informação na palma da sua mão!

Talk NMB
Content Team

Escreva um comentário