Uma evolução forte e profunda das novas tecnologias está influenciando positivamente o setor de transporte e logística. IoT (Internet das Coisas), Big Data e Inteligência Artificial são as tecnologias tradicionalmente usadas pela indústria 4.0 as quais mostram que as empresas precisam se transformar digitalmente, uma vez que as necessidades de seus clientes estão mudando rapidamente.

Os empreendimentos que investem na digitalização e na automação da logística podem criar vantagens competitivas significativas, reduzir custos e, ao mesmo tempo, aumentar a satisfação do cliente, transportando mercadorias e minimizando os erros de entrega. É nesse contexto que a logística 4.0 está ganhando cada vez mais atenção. Quer entender um pouco mais? Então, continue a leitura deste artigo!

O que é a logística 4.0?

A atual Indústria 4.0 é caracterizada pelo papel principal desempenhado pela hiperconectividade e pelas novas tecnologias da informação nos processos e nas formas de trabalhar. Inevitavelmente, elas são moldadas pela globalização e internacionalização dos negócios.

O conceito de logística 4.0 é baseado nesses mesmos princípios e se refere ao gerenciamento definido por interconexão, digitalização de informações e aplicativos de computador baseados em nuvem. A complexidade das informações a serem tratadas aumenta em relação aos modelos de logística 2.0 e 3.0, com base nos avanços da robotização e na padronização de processos que se tornaram obrigatórios devido à expansão do comércio internacional.

Sem ela, não há indústria 4.0

Enquanto, ao longo dos anos, a mecanização (indústria 1.0), a produção em massa (indústria 2.0) e a automação (indústria 3.0) entraram em cena, a digitalização agora está diretamente ligada à Internet das Coisas e Serviços. Isso oferece excelentes oportunidades de crescimento e vantagens competitivas para empresas que acolhem as novas tecnologias e inovações associadas.

Alguns dos principais objetivos da quarta revolução industrial só podem ser alcançados se a logística for adaptada em conformidade. Essas adaptações incluem, em particular, os principais recursos do setor 4.0, como:

  • trabalho em rede;
  • descentralização;
  • capacidade em tempo real;
  • orientação de serviço.

Somente com a implementação bem-sucedida desse novo conceito logístico as organizações podem criar as bases necessárias para enfrentar os desafios futuros do setor 4.0. Por exemplo, o processamento sem papel de ordens de transporte com guias de transporte digitais ou troca de paletes na era digital são requisitos básicos importantes para que o atual modelo industrial funcione corretamente.

Como a logística 4.0 funciona?

Ela não é planejada apenas uma vez e depois mantida da mesma forma por toda a eternidade, mas está constantemente aprendendo coisas novas, constantemente se adaptando a requisitos atuais e, portanto, sendo implementada continuamente.

Esse processo se concentra no uso de novas tecnologias, como o gerenciamento da cadeia de suprimentos com base em previsões. Com essa e outras inovações, os seguintes índices logísticos podem ser otimizados:

  • confiabilidade na entrega;
  • qualidade de entrega;
  • flexibilidade de entrega;
  • capacidade de entregar;
  • nível de serviço.

Para isso, os empreendimentos devem criar conceitos para planejar, controlar, monitorar e implementar fluxos de informações e materiais. O objetivo é incluir todos os níveis de logística corporativa na transformação digital e identificar tecnologias adequadas para otimização.

Quais são as tendências para os próximos anos?

Nos últimos anos, houve um grande avanço para o setor de logística em áreas como Inteligência Artificial, Realidade Aumentada, análise avançada, automação, entre outras. Mas, associadas a essas inovações, estão novas expectativas e padrões, forçando as empresas a se adaptarem ou ficarem para trás. Confira algumas das tendências para os próximos anos na sequência.

Robôs colaborativos e chatbots

Os robôs colaborativos, ou cobots, têm sido cada vez mais utilizados para aprimorar o armazenamento, a embalagem e a colheita. Esses dispositivos existem há algum tempo, mas recentemente viram alguns aprimoramentos que os remetentes queriam aproveitar.

Ao mesmo tempo, os chatbots removeram uma barreira para a comunicação entre vendedores on-line e seus clientes, o que fez com que se tornassem uma das principais APIs voltadas para o cliente do setor.

Blockchain

O surgimento da tecnologia Blockchain permitiu que as empresas de logística assinassem contratos digitais à prova de falhas. O uso dessa tecnologia permite que diferentes partes interessadas do setor de logística, como fabricantes, fornecedores, clientes, auditores, gerentes de armazém e outras, criem um sistema transparente e eficiente para registrar transações, rastrear produtos e gerenciar todos os documentos envolvidos no processo.

A implementação do Blockchain é uma das tendências que mais têm ganhado força no mercado global da tecnologia no setor de transporte e logística, pois pode aumentar a eficiência e a transparência das cadeias de suprimentos e deve impactar tudo positivamente nos próximos anos, desde o armazenamento até o pagamento máximo da entrega.

Análise de dados e logística de Big Data

O uso de Big Data e Data Analytics no setor de logística permite que várias partes interessadas envolvidas nos negócios tomem decisões de compra informadas. As empresas agora usam Big Data para antecipar períodos ocupados, possível escassez futura de suprimentos e outras ideias para tomar decisões estratégicas a fim de melhorar suas posições no mercado e oferecer uma vantagem competitiva significativa.

A tomada de decisões orientada por dados é crucial para as atividades da cadeia de suprimentos, pois o Big Data melhora a qualidade e o desempenho, oferecendo fornecimento eficaz e previsão de demanda, gerenciamento de estoque, otimização de rotas e gerenciamento de mão de obra. Tudo isso impulsiona o crescimento do mercado global de logística.

IoT

As deficiências, incluindo atrasos no transporte, erros do operador, monitoramento inadequado de carga, falhas desatualizadas de TI e furtos, estão sendo superadas pela integração da IoT no setor de logística. Além disso, espera-se que a próxima geração de gerenciamento da cadeia de suprimentos aproveite esse recurso e a computação de ponta para gerar insights automatizados em tempo real.

Drones e óculos inteligentes

A crescente integração de drones e óculos inteligentes no setor de logística melhorou a flexibilidade e a velocidade de entrega, impactando o crescimento do mercado. Veículos autônomos e caminhões podem, por exemplo, manter alta confiabilidade e entrega no mesmo dia em áreas urbanas e rurais.

Além disso, a integração com óculos inteligentes apoiados em Realidade Aumentada facilitará muito as entregas por meio de buscas de rota sem as mãos, reconhecimento de rosto para entregas sem erros e personalizações. A adoção de óculos inteligentes integrados de IA aumentará a eficiência operacional da logística, além da flexibilidade e velocidade de entrega.

Quais são as vantagens da logística 4.0?

As tecnologias citadas apresentam um desempenho ideal quando interconectadas e coordenadas de maneira inteligente entre as partes e por meio da divisão ciberfísica. É essa comunicação e colaboração que gera grande parte do valor comercial que a logística 4.0 oferece. Confira algumas das vantagens!

Qualidade dos dados

A coleta e o processamento de dados são uma das áreas funcionais mais importantes nos sistemas em rede. Não apenas os dados específicos do produto são importantes, mas também a avaliação das conexões. Em tempos de digitalização, a qualidade dos dados é um pré-requisito importante para se qualificar como um parceiro atraente para outras empresas.

Escopo nas negociações

Os negócios que podem contar com uma rede internacional de contatos têm mais margem de manobra nos ajustes de preços. Pode valer a pena investir em contatos e procurar parceiros adequados no exterior. Como regra, isso também melhora sua posição de conciliações em casa.

Aquisição global de recursos

Graças à rede global, as organizações não dependem mais dos recursos domésticos. O fornecimento global também permite que empresas de médio e pequeno porte obtenham acesso a matérias-primas e peças de fornecedores em todo o mundo.

Compreender as vantagens da digitalização e quais mudanças estão envolvidas nos processos da logística 4.0 é muito importante para quem deseja explorar um serviço de acordo com os tempos, o que pode garantir um alto nível de inovações tecnológicas e, consequentemente, fatores competitivos valiosos.

Este conteúdo despertou seu interesse? Então, continue com a gente aqui no blog e entenda agora a importância da logística estratégica na indústria farmacêuticaLet’s talk!

[avatar user=”talk” size=”thumbnail” align=”left”]Content Team[/avatar]

 

Escreva um comentário