Há alguns meses vimos uma grande mudança na vida como a conhecíamos. Com a fase de confinamento, migramos do mundo real nas ruas para o virtual, principalmente dentro de plataformas como as redes sociais, sites e blogs. O mundo mudou e, mais do que nunca, os negócios precisaram se reinventar: para isso, entra em cena o marketing na quarentena.

É fundamental manter a sua marca ativa, mas com cuidado e atenção redobrados para passar a mensagem correta, sem “forçar” vendas ou tentar se promover da maneira errada. Por isso, o marketing ganha uma roupagem mais personalizada, humanizada e que, de fato, conversa com o cliente de forma mais próxima, contribuindo para o seu dia a dia.

Pensando em ajudar você a desenvolver o marketing na quarentena eficaz e inteligente, separamos 6 tendências que já podem ser vistas pela rede. Confira abaixo e boa leitura!

  1. Não pare as estratégias de marketing

Se logo no início as coisas pareciam um tanto conturbadas, com marcas sem saber muito bem qual caminho seguir, agora podemos ver alguns traços do marketing na quarentena que mostram que deram certo. Uma delas é, sem dúvidas, não parar a sua estratégia no digital, muito pelo contrário, é preciso reforçar essa presença de forma criativa e diferente.

O primeiro passo é adequar a linguagem usada com o público-alvo e colocar os holofotes em conteúdos que tragam utilidades para as pessoas — isso, mesmo se estivermos falando de produtos ou serviços. Lembre-se de que a velocidade na comunicação e interação mudou, agora tudo acontece mais rápido e é fundamental continuar a conversa com o consumidor.

  1. Use as redes sociais com mais frequência

Segundo a Kantar, durante a pandemia o consumo da internet aumentou cerca de 70%, sendo que, se olharmos para as redes sociais, o engajamento dos usuários chega a um acréscimo de 63%. Ou seja, não há dúvidas de que realmente as pessoas estão usando bastante as redes para se comunicar, se informar e, claro, interagir — o que inclui o contato com as marcas.

Plataformas como Facebook, Instagram, YouTube e aplicativos como WhatsApp estão vendo um boom de interações diárias, com pessoas compartilhando de tudo um pouco. E é nesse momento que você precisa manter a marca com presença frequente nas redes, seja por meio de posts, realizando lives, respondendo rapidamente as mensagens etc.

  1. Invista em marketing de conteúdo

Se antes já falávamos que era importante manter um canal aberto para que as pessoas se informassem por meio das marcas, agora isso se torna essencial. O marketing na quarentena ganha um aliado poderoso quando falamos em conteúdos inteligentes, com informações que fazem a diferença no dia a dia dos clientes, e que podem se tornar referência no mercado.

Uma boa estratégia é montar um calendário estratégico com todos os principais assuntos que estão sendo debatidos no momento, mas sempre tentando encaixar como seus produtos ou serviços podem ajudar agora. Continue a enviar e-mail marketing avisando sobre a chegada de novo conteúdo, reforce a divulgação pelas redes sociais, entre outros.

  1. Explore as técnicas SEO para seus conteúdos

Aqui podemos ver um complemento do tópico anterior, para que os conteúdos produzidos para as suas redes, blog e site sejam lidos de forma clara e inteligente, além de serem potencializados com boa performance no digital.

Para alcançar esse resultado, as técnicas SEO (Search Engine Optimization, ou Otimização para motores de busca) fazem toda a diferença tanto na leitura de um texto como no ranqueamento dele no Google. Só para ter uma ideia, o uso de palavras-chave, tagueamento para outros materiais ou parágrafos fluidos compõem alguns dos quesitos das técnicas.

Você verá que as pessoas tendem a ler mais e mais o seu conteúdo, a passearem e ficaram mais tempo no site ou blog (bem como nas redes), o que aumentam as chances de compra de produtos e serviços. Além disso, é possível que a sua marca torne referência para o cliente e ele passe a visitar com frequência o seu perfil ou website para se manter informado.

  1. Entenda o que a concorrência vem trabalhando

Em outras palavras: faça benchmark. Isso quer dizer, por exemplo, acompanhar de perto o que outras marcas da área têm feito durante esse período de confinamento. Assim, você pode ter algumas ideias bem práticas do que deu certo ou pode melhorar e, dessa forma, entrar para fazer a diferença.

Nesse sentido, ainda é válido reforçar que também é importante ficar atento ao mercado como um todo. Isso porque muitas práticas estão sendo compartilhadas na rede, como a questão da humanização no contato com o cliente, na linguagem mais próxima e nas interações mais rápidas com os usuários — e isso engloba praticamente todas as áreas.

  1. Aposte em dark post

Você já conhece os anúncios patrocinados em plataformas como o Facebook e Instagram? Eles são aqueles que têm um apelo mais forte para chamar a atenção de potenciais clientes e, ao mesmo tempo, atrair leads para a sua marca. Funcionam com o que é chamado dark post, ou seja, ele não fica no feed da empresa, e sim circulando entre perfis de interesse.

Para o dark post ser impulsionado, é feito um estudo das personas que o seu negócio realmente quer impactar. Leva-se em conta informações como: faixa etária, regiões, gostos e interesses, e até mesmo qualificação profissional, áreas de atuação no mercado. Depois, o post é feito sob medida pensando nessas pessoas e vai ao ar com foco nesse alcance.

Isso é uma forte tendência para o marketing na pandemia e tende a fazer cada vez mais parte das estratégias das marcas que querem continuar ativas no meio digital — principalmente em tempos em que as pessoas gastam, em média, mais de 4 horas por dia nas redes, segundo uma pesquisa feita pela GlobalWebIndex.

Agora, após conferir essas 6 tendências de marketing na pandemia, o que acha de adotar as sugestões para transformar a sua presença online? Lembre-se de que ações positivas e proativas como essas são de grande importância, mesmo no atual contexto em que vivemos — de confinamento e pandemia mundial. Precisa de auxílio com a tarefa?

Gostou do nosso conteúdo? Aproveite, continue a leitura e veja como liderar equipes em tempo de criseLet’s talk!

Talk NMB
Content Team

Escreva um comentário