As aplicações da nanotecnologia estão cada vez mais presentes em diversas áreas da indústria, desenvolvendo medicamentos, cosméticos, itens voltados à tecnologia, entre outros produtos.

Como o uso da nanotecnologia está em pleno crescimento, é importante entender as características dessa ciência e os resultados que ela gera. Assim, é possível até mesmo estudar a possibilidade de uso no seu laboratório.

Neste post trazemos um pouco do conceito de nanotecnologia e como ela está ajudando a revolucionar o mercado cosmético, permitindo a criação de produtos mais eficientes e com uma experiência melhor para os consumidores. Confira!

O que é a nanotecnologia?

A nanotecnologia é uma ciência usada em diversos materiais com escala de tamanho nanométrico. Nela, são usados componentes com dimensão menor do que 100 nanômetros. Para comparação, vale saber que uma célula de pele tem o tamanho de 35 mil nanômetros, e um fio de cabelo até 120 mil nanômetros.

Essa tecnologia consegue potencializar as propriedades físico-químicas dos produtos e está sendo aplicada nos setores químico, alimentar, cosmético e farmacêutico.

Qual é a importância da nanotecnologia para diversos segmentos do mercado?

A nanotecnologia está sendo usada na modernização de diversos setores, ajudando no desenvolvimento de soluções que diminuem o impacto no meio ambiente.

Uma de suas aplicações é na criação de películas finas aplicadas em óculos, computadores e janelas, trazendo propriedades de impermeabilidade e antirreflexo.

As nanopartículas também podem ser usadas na catalisação de reações químicas, reduzindo a quantidade de catalisadores necessários. A sua aplicação na construção civil é notável, oferecendo soluções mais resistentes e duráveis, como as tintas, e criando estruturas mais seguras.

Na medicina, são usadas nanopartículas no desenvolvimento de tratamentos de doenças como o câncer, aumentando seu combate a tumores e diminuindo os sintomas no restante do corpo.

Quais são os benefícios da nanotecnologia no setor de cosméticos?

O setor de cosméticos tem conseguido vários benefícios com a aplicação da nanotecnologia, por meio da criação de diversos produtos com performance superior.

As minúsculas partículas alcançadas pela nanotecnologia permitem o desenvolvimento de cosméticos com ingredientes ativos que são liberados de forma lenta e gradativa, capazes de alcançar as camadas mais profundas da pele — desde cremes hidratantes a cosméticos antienvelhecimento.

A tecnologia também está sendo aplicada na produção de desodorantes, perfumes, antitranspirantes, géis, cremes para redução de olheiras, entre outros produtos.

Diversas empresas já aproveitam a nanotecnologia na composição de produtos, como L’Oreal, Lancôme, Givenchy e O Boticário. Assim, os produtos que são formulados com nanopartículas de princípios ativos apresentam vantagens como:

  • mais eficiência;
  • itens com propriedades superiores aos produtos convencionais;
  • hidratantes com mais poder de absorção;
  • estabilização de componentes naturais, potencializando o seu efeito;
  • mais solubilidade do princípio ativo em meio aquoso;
  • mudança no sensorial do produto — mais agradável.
Como são as aplicações da nanotecnologia nos diferentes cosméticos?

Entenda melhor como o uso da nanotecnologia faz a diferença na composição e na eficiência de vários produtos cosméticos.

Protetor solar

Os protetores solares com fator acima de 30 apresentam uma consistência branca e espessa graças às partículas usadas em sua composição. Com a nanotecnologia, é possível utilizar partículas menores, fazendo com que o protetor fique transparente e mais fluido, sem perder a eficácia.

Além disso, a substância mais leve pode ser melhor aplicada e absorvida pela pele. Assim, o produto tem uma melhor aceitação pelos consumidores.

Maquiagem

A nanotecnologia permitiu a criação de maquiagens mais leves, com efeito mais natural. Em blushes e sombras, permitiu a criação de pós mais finos, que dão a sensação de maciez e irradiação da luz quando aplicados na pele.

O uso de nanopartículas em esmaltes trouxe ao mercado produtos capazes de fortalecer e reparar as unhas, graças ao seu grande poder de absorção.

Cosmético antienvelhecimento

Os primeiros cosméticos antienvelhecimento tinham uma ação mais superficial, se limitando apenas a esfoliar a camada exterior da pele. Com o avanço tecnológico, surgiram produtos com formulações com maior potencial de penetração na pele.

Atualmente, são fabricados produtos com substâncias que levam cápsulas de vitamina E, A, C e K extremamente pequenas, capazes de atingir as camadas mais profundas, estimular a multiplicação celular e regenerar a epiderme, apresentando excelentes resultados na conservação de pele e no combate às rugas.

Hidratação capilar

Produtos capilares são produzidos com ativos nanoencapsulados, como proteínas de arroz, soja e milho, que conseguem penetrar mais profundamente e reestruturar o córtex. Essas substâncias têm um efeito ainda mais significativo em cabelos que se submeteram a procedimentos com formol ou demais substâncias que formam uma capa na camada externa dos fios, conseguindo oferecer um tratamento diferenciado.

Outros tratamentos possíveis com a nanotecnologia conseguem repor a massa perdida dos fios, hidratar profundamente e introduzir queratina nas falhas dos fios de cabelo.

Géis e cremes corporais para redução de medidas

A indústria também disponibiliza ao mercado cosmético itens compostos por nanopartículas com alta ação lipolítica e anti-inflamatória, facilitando a absorção de ativos com extratos que combatem a celulite e que são absorvidos pelas camadas mais profundas da pele. Isso ajuda a diminuir a retenção de líquidos e a ativar a microcirculação do local.

Além disso, a nanotecnologia ajuda a manter a estabilidade de produtos à base de gel, fazendo com que sejam absorvidos com mais facilidade. Isso ajuda no uso do produto, evitando que o cliente precise aguardar para colocar a roupa ou que perca parte do produto aplicado no tecido.

Cremes hidratantes

A pele danificada sofre mais perda de água, tornando-se mais seca. Os produtos com nanolipídeos conseguem fazer uma camada protetora, que vai minimizar a desidratação.

Alguns cremes também promovem a renovação do tecido conjuntivo, restaurando as fibras de sustentação da pele e mantendo a sua tonicidade.

É importante conhecer não só as aplicações da nanotecnologia, mas todas as novidades que envolvem o mercado cosmético para manter a competitividade dos seus produtos e ficar a par do que mais eficiente e revolucionário essa empresa apresenta. Os cosméticos estão em constante atualização, e para quem trabalha na área, manter-se informado é indispensável.

Para isso, comece a seguir os nossos perfis nas redes sociais — Facebook, LinkedIn e YouTube. Estamos sempre publicando conteúdos novos que vão ajudar você a se ficar informado sobre o mercado de cosméticos e as novidades envolvendo o trabalho em laboratórios. Let’s talk!

Escreva um comentário